Sabe tipo eu não acredito em vidas passadas, mas tem horas que isso me parece tão real, existe algumas coisas que eu ainda não entendo e nem consigo explicar, tipo como eu posso gostar tanto de alguém em tão pouco tempo? Como eu posso não conseguir viver sem essa pessoa? Como essa pessoa pode parecer pra mim tão necessária quanto o ar? A resposta mais certa é: essa pessoa foi alguém ou algo muito importante pra mim em outra vida.

Sabe é um sentimento tão forte que eu não consigo entender, não é nada sexual, é um sentimento inexplicável que talvez para entender isso eu tenha que viver mais alguns anos. É como se fosse o famoso “imprinting” tão citado no livro Eclipse, o “imprinting” é algo do qual você não tem controle, é mais que amor a primeira vista é uma certeza que você ama a pessoa a cima de qualquer coisa. É como se eu precisasse dessa pessoa pra viver, tipo se essa pessoa for querer um amigo ela terá o melhor de todos, se for um irmão eu serei o melhor de todos, se for um amante eu vou ama-la como ninguém nunca amou, vou proteger com minha vida. Acho que talvez seja essa a melhor resposta, talvez eu tenho sofrido um “imprinting”.

Quem é essa pessoa eu não preciso falar, pois se ela ler isso aqui ela saberá que é dela que eu estou falando, se você ler não ache isso estranho, eu fui o mais sincero possível.